Os tipos de vaso para arranjo de flores

vaso para arranjo de flores

O vaso para arranjo de flores pode determinar o sucesso da decoração de um ambiente, assim como também pode “matar”, literalmente, as plantas.

Falando sob o aspecto funcional, considerando apenas o desenvolvimento das flores e plantas, o vaso deve acomodar as suas raízes, de forma a protegê-las, enquanto permite o seu pleno crescimento.

Muitas vezes, ao escolher um vaso, esse fator é negligenciado, privilegiando apenas o efeito estético do recipiente. Por isso, para lhe ajudar a escolher os modelos ideais, unindo as duas funções, nesse artigo listamos as características dos tipos de vaso para arranjo de flores. Acompanhe.

Escolha o material do vaso conforme o ambiente

O material do vaso deve ser escolhido considerando o lugar onde o arranjo floral será colocado. Em áreas internas, praticamente, não há restrições se forem respeitados os cuidados de higiene e manutenção do recipiente.

Já, nas áreas externas, é necessário verificar se o vaso ficará exposto ao sol, chuva e umidade. Nesse caso, considere a resistência e durabilidade do material para evitar a deterioração natural.

Vaso para arranjo de flores naturais

Os vasos para arranjos de flores e plantas naturais precisam ter algumas características específicas, respeitando os processos orgânicos envolvidos no cultivo, como irrigação, escoamento de água, conservação da umidade da terra, expansão da raiz e retenção de nutrientes, entre outras.

De forma geral, o diâmetro do vaso deve ser igual ou um pouco maior do que a copa da espécie a ser plantada, e a profundidade ter o dobro de tamanho da raiz da planta.

Em relação ao material do recipiente, vasos de madeira e pedra, por exemplo, precisam receber uma “forração” interna, para não atrapalhar os processos naturais de cultivo, nem estragar com a umidade permanente.

Por isso, alguns materiais são inviáveis para vasos de arranjos de flores naturais, como é o caso do ferro, cartonagem e tecido.

Vasos para arranjos de flores permanentes

Os vasos para arranjos de flores artificiais não têm restrições em relação ao seu conteúdo, pois não há outra finalidade a não ser a ornamental. Suas particularidades levam em conta:

Leis da Física

Para escolher a forma e o tamanho ideais para o vaso do seu arranjo de flores, você deve analisar o porte, a quantidade plantas que quer inclui nele e se fazer a seguinte pergunta: o vaso vai permanecer em pé ou tombar?

Lembre-se que os modelos altos e cônicos suportam apenas plantas menores e mais leves.

Características da decoração

O vaso deve ornar com o estilo e com as cores da decoração do ambiente, seja por contraste ou de forma complementar, e pode ter formatos diferentes e tamanhos variados: redondo, oval, quadrado, cilíndrico, bojudo. A escolha deve considerar o efeito desejado: por exemplo, os vasos cúbicos tendem a deixar o ambiente com visual mais moderno.

Um vaso mais bruto, como é o caso da cerâmica natural, fibras naturais, vime, cortiça, cimento e pedra, pode “pesar” em uma decoração delicada. A mesma desarmonia pode acontecer se uma peça delicada, feita de porcelana, espelho, vidro ou cristal for incluída em uma decoração rústica.

Também ocorre desequilíbrio quando um vaso visivelmente mais requintado, feito de bronze ou prata, por exemplo, é colocado em uma decoração muito descontraída.

Para escolher o melhor vaso para o arranjo de flores, avalie o equilíbrio entre o material do recipiente, os tipos de plantas e o estilo da decoração do ambiente. Aqui no blog nós já demos dicas para montar um arranjo de flores, lembra?

Estética do arranjo floral

Algumas combinações são bem-sucedidas em arranjos de flores, trazendo um visual muito agradável aos olhos, com resultado final fluido e bonito. Veja algumas boas escolhas:

  • Prefira colocar as flores de caule longo em vasos acinturados;
  • Use vasos baixos e de boca larga para buquês, flores ou plantas volumosas;
  • Escolha vasos com alça para “botões” ou flores solitárias.

A escolha do vaso para arranjo de flores é importante e deve ser feita cuidadosamente. O vaso não é um acessório ou um complemento – ele é parte fundamental do arranjo.

Gostou dessas dicas sobre os tipos de vaso para arranjo de flores? Leia outros artigos sobre decoração no nosso blog e até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *